21 Fev

Por postado em 21 Fev

A doença de Ménière, ou hidropsia endolinfática, é uma desordem que acomete a orelha interna do sistema auditivo.  A causa é ainda desconhecida, mas uma hipótese é que pode estar relacionada a um aumento da pressão do líquido localizado dentro da orelha interna. Alguns autores chamam de doença de Meniére quando a causa é desconhecida e síndrome de Meniére quando está associado a doenças como: otite média crônica, alergias, causas genéticas, entre outros.

Sintomas e prevalência

É caracterizado pela tríade de sintomas:

- Zumbido e/ou plenitude auricular (pressão na orelha)

- Perda auditiva

- Vertigem

Afeta tanto homens quanto mulheres e o aparecimento inicial dos sintomas ocorre comumente entre os 40 e 60 anos de idade, porém, em alguns casos, pode acontecer mais cedo, até mesmo em crianças. A severidade dos sintomas e a frequência das crises podem ser diferentes entre as pessoas.

 

Característica da vertigem

Em relação as crises de vertigem, acontece de modo súbito, acompanhado por náusea e vômitos com duração mínima de 20 minutos e pode ser grave, incapacitante, imprevisível e durar até 24 horas. Pode ser precedido por sensação de pressão ou plenitude na orelha e zumbido, antes ou durante o episódio vertiginoso.

Característica da perda auditiva

A perda auditiva é unilateral em aproximadamente 80% dos indivíduos. É progressiva e flutuante, ou seja, pode variar conforme a evolução da doença. A sensitividade auditiva na orelha afetada pode diminuir durante a crise de vertigem.

Ao final da crise, a sensitividade auditiva pode melhorar e o zumbido pode diminuir.

Tratamento

Ainda não há cura para a doença de Ménière, porém o tratamento adequado para alívio dos sintomas pode evitar futuras lesões graves. Medicamentos para controle das vertigens, enjoos e náuseas, bem como adaptação de aparelhos auditivos para a perda auditiva são opções para melhorar a qualidade de vida do indivíduo com a doença.

É importante salientar que, caso apresente estes sintomas, o ideal é procurar o médico otorrinolaringologista que realizará os exames necessários para investigação e fará o diagnóstico da desordem para posterior tratamento de acordo com cada caso.

Fonte: Vitasons

 

Tags:

Comentários

Atenção: Você precisa estar logado para comentar!